O perfil do novo programador

faculdade_sonhador

Estava lendo alguns comentários  na comunidade da minha faculdade FACAPE e achei um relato bastante importante. Palavras do amigo Almedson Ferreira:

“Enquanto estamos na faculdade temos uma visão formada de acordo com as reportagens que lemos. Mas na prática, no campo de trabalho a realidade é outra. Quando fui trabalhar no CESAR a minha gerente nos disse para esquecermos tudo o que aprendemos na faculdade, pois a realidade do mercado de trabalho é bem diferente.

Se quiser estar no mercado de Desenvolvimento de Software o profissional deve saber Java, JSP, JFS, Hibernate, Struts, Javascript, XML, HTML, UML, RUP, CSS, BANCO DE DADOS, preferível ter certificações na linha Java, mas ter também na linha .NET. O diploma em Ciências da Computação e um inglês avançado é uma obrigação e não um diferencial para então começar a carreira. Enganam-se quem acredita que para desenvolver um sistema só precisa saber de banco de dados e de uma linguagem de programação, esse só vai conseguir empregos em empresas mixurucas. Regras de negócio é um conhecimento que se adquire com trabalho e com os anos de experiência.

Então se quiserem sair da faculdade com alguma bagagem, estudem linguagem de programação sim e outras tecnologias e ferramentas QUE O MERCADO PEDE. E não simplesmente porque gostamos de tal ou qual. Façam projetos para colocarem nos currículos, mesmo que esses projetos sejam engavetados, esse é o principal para se adquirir experiência enquanto estamos na faculdade.

Vejam os anúncios de empregos nas listas de discussão e deixemos de ser fanáticos religiosos por sistemas operacionais ou linguagens de programação. Profissionais de informática bons satisfazem o que o mercado pede. Entrem em www.cathonegocios.com.br e vejam os anúncios das ofertas ou em outros sites. Então irão perceber que os anúncios de tendências das revistas são meras fantasias, podendo ser realidade para uma região, mas para outras não.”

E vocês o que acham ? Comentem!